SURGE O RECIFE ARENA – NOVO CLUBE DE FUTEBOL DE MESA

RECIFE ARENA - NOVO CLUBE DE FUTEBOL DE MESA

RECIFE ARENA - NOVO CLUBE DE FUTEBOL DE MESA

Depois de mais de 45 anos jogando botão, tendo vivenciado diversas experiências neste esporte e passado por muitos clubes, nas mais diferenças regras praticadas em Pernambuco, só agora  resolvi fundar um clube amador de Futebol de Mesa.

Todos aqueles que se envolvem com esporte amador, especialmente o Futebol de Mesa,¬† sabem quanto √© dif√≠cil conseguir espa√ßo permanente e reconhecimento da importancia de uma modalidade esportiva amadora na maioria dos clubes cujo “carro chefe” √© sempre os esportes de massa, principalmente o Futebol Profissional.

Sempre tentei, em v√£o, implantar nos Clubes tradicionais do meu Estado uma estrutura que desse condi√ß√Ķes de se praticar o Futebol de Mesa

Poucos abnegados, como por exemplo o amigo Atienza do Corinthians, conseguem a proeza de montar uma estrutura digna para a pr√°tica do Futebol de Mesa dentro do clube grande mostrando a import√Ęncia da manuten√ß√£o deste esporte aqueles que comandam o clube.

Por isso, em quase a totalidade dos Estados, a pr√°tica do Futebol de Mesa exista mais em clubes Amadores¬† e Associa√ß√Ķes Amadoras, filiadas as Federa√ß√Ķes Estaduais que propriamente nos grandes Clubes .

Pernambuco não poderia ser diferente, desde que nosso Estado se filiou a CBFM РConfederação Brasileira de Futebol de Mesa, lutamos para nossos grandes e tradicionais clubes criem  seus  Departamentos Esportivos de Futebol de Mesa.

Pessoalmente,  com ajuda de abnegados botonistas do Estado, já tentei implantar no Náutico, Santa Cruz, Clube Internacional do Recife, até em outros clubes tradicionais como a AABB Recife, e recentemente no América, uma atividade permanente de prática de Futebol de Mesa.

Atualmente apenas o Sport Recife mantém, com muito esforço de poucos, uma boa estrutura para prática do botonismo porém muito pouco utilizada pelos seus sócios.

Houve per√≠odos, que no Santa Cruz que √© meu clube de cora√ß√£o, consegui manter um Departamento Amador ativo e participativo tendo obtido at√© grandes conquistas elevando o nome do Clube no cen√°rio Nacional, mas isso foi apenas num per√≠odo em que perdurou¬† uma gest√£o de¬† determinada Diretoria, onde o Presidente “entendia” melhor a import√Ęncia de manter o referido Departamento Amador no Clube.

A mesma coisa se deu na AABB Recife, clube que sempre valorizou os esportes amadores mas nunca o Futebol de Mesa, nele embora tenhamos conseguido boas participa√ß√Ķes nas competi√ß√Ķes Estaduais e Nacionais.

No ano passado, também fui muito entusiasmado ao América, um Clube tradicional e quase centenário, que depois de muito penar retornou à 1ª Divisão do Futebol Profissional do Estado, tentar implantar nosso esporte lá.

No Mequinha, embora tenhamos efetuado sua filiação na FEFUMEPE РFederação de Futebol de Mesa de Pernambuco e conseguido dar ao mesmo o titulo de ser o Clube mais vencedor no Futebol de Mesa em 2011, não tivemos o reconhecimento da Direção nem o apoio que esperavamos.

Normalmente em todos os clubes por qual passei e consegui implantar o Futebol de Mesa, a condi√ß√£o inicial que solicitei foi apenas um local definido para a pr√°tica do esporte, e sempre assumi a responsabilidade por toda a estrutura necess√°ria para a pr√°tica do esporte, como por exemplo, campos, cavaletes, barrinhas, bolinhas etc, etc….

Fora isso, na maioria das vezes, todas as despesas referentes a pagamentos de anuidades da Federa√ß√£o, taxas de inscri√ß√£o, passagens, estadia, etc, necess√°rias nas competi√ß√Ķes pela qual representavamos¬† o clube, eram bancada por mim. Em rar√≠ssimas ocasi√Ķes, como no Santa Cruz exemplo, o Clube bancou alguma despesa.

Agora em 2012, por sugest√£o e apoio dos meus filhos que me convenceram de que, para investir do meu bolso e manter um Departamento Amador de Futebol de Mesa em Clube, pagando todas as despesas inerentes a seu funcionamento, eu poderia fazer o mesmo fundando um clube amador, apenas para a pr√°tica do Futebol de Mesa.

Ent√£o sendo assim, no dia do meu anivers√°rio ocorrido em Novembro passado, reunido com v√°rios amigos e familiares, fundamos o

RECIFE ARENA – Clube Armandinho de Futebol de Mesa

Estamos fazendo o registro formal do clube e a solicitação de filiação na FEFUMEPE.

O Recife Arena já nasce contando com a integração de todos os botonistas que estavam vinculados ao América em 2011, e ainda com o retorno de velhos e grandes botonistas que não estavam em atividade como Ricardo dos Anjos e André Luiz.

A meta agora é a Sede própria e a realização do sonho da ARENA ARMANDINHO.

Para isso precisamos de ter vis√£o, e como dizia Phil Jackson

” Antes que uma vis√£o possa virar realidade, ela tem que pertencer a todos do mesmo grupo”

Espero de coração, contar com todo grupo de modo a olharmos em uma só direção que é o engrandecimento do Futebol de Mesa

” Sonho que se sonha s√≥ √© s√≥ um sonho, sonho que se sonha junto √© realidade”

Abraços e vamos a luta.

Armandinho   

Sobre o autor

Armandinho joga bot√£o h√° mais de 45 anos. Disputou quase todos os Campeonatos Brasileiros individuais da Regra oficial de 12 Toques realizados em v√°rios Estados Brasileiros e foi Campe√£o Pernambucano em todas as Regras que disputou. √Č o Presidente do RECIFE ARENA - Clube Armandinho de Futmesa